23mar
Arquivado em: Notas de Campo
I. hoje   Tanto tempo que não passo por aqui e nem sei por onde começar. A não ser largar uma pergunta que me persegue desde 2019: o que vem depois?. Uma pergunta reencontrada entre cadernos de ideias e notas esparsas no ano passado (e isso influenciou bastante na escrita do meu conto que está disponível bem ali, na sidebar) e que ainda não tenho uma resposta apropriada. Principalm...
Stefs Lima
Escritora dividida entre o tempo e o espaço. Colecionadora de achados e perdidos. Ex-líder de um Capítulo Local do movimento internacional chamado I AM THAT GIRL. Não poupa no textão e nem nas doses diárias de café. Além disso, acredita piamente que você pode ser sua própria heroína.
30set
Escrito por
A introdução deste episódio de Love Life flertou com o tema casualidade. Que também pode ser chamado de booty call. Depende do ponto de vista de q...
23set
Escrito por
A prova de um amor intenso está no trincado. Tanto na capa quanto no círculo do CD onde o aparelho de som deve sustentá-lo a fim de rodá-lo sem en...
15set
Jane Eyre conquistou minha atenção graças às buscas por personagens introvertidas. Eu vivia um período de grandes descobertas sobre minha pessoa ...
11set
Era 2018 quando eu li Alucinadamente Feliz – Um Livro Engraçado sobre Coisas Horríveis. Um título meio contraditório que, de acordo com minha an...
10set
Ela respirou fundo. Sugando o ar pela boca. Prendeu-o. Contou até 7.   Liberou-o. Sentiu seu coração pulsar gradativamente. Sua mente se...
02set
Mas quem é vivo sempre aparece não é mesmo!? Prazer, me chamo Stefs e estou aqui para reiniciar o tempo do Hey, Random Girl! antes que ocorra outro...
04ago
Nota: esta entrevista foi publicada originalmente no Hey, Random Girl! e depois foi transferida para o meu antigo site Bela e as Feras (que depois vi...
24jul
Eu afirmei: não quero mais saber de escrever.   E eu afirmei isso como se falasse sério e é perigoso quando eu falo sério.   ...
22jul
A vida pode conquistar uma nova energia quando há o reconhecimento de ser uma sobrevivente de tornados virulentos e não mais vítima deles. Entretan...
09jul
Neste entretempo, eu me encontro focada em preencher as brechas que envolvem a minha mente. Mais precisamente, as brechas que não retiveram as memór...
03jul
Se há uma palavra da qual eu fui anestesiada desde a adolescência essa palavra se chama divórcio. Um assunto que, definitivamente, me fez descrer d...