Arquivo da categoria: 'Notas de Campo'
20maio
Arquivado em: Notas de Campo
I. O tornado virulento – significado de poder. De conforto em destruir. Uniforme e natural. Elaborado. (...) De fora para dentro. Acuamento: Querendo extirpar, Com agressividade e controle.  (...)   Senso de segurança abalado. Manifestação das sombras que faz provar que não há manual contra tal violência. O que fica é praticamente um cenário de pós-...
Escritora dividida entre o tempo e o espaço. Colecionadora de achados e perdidos. Ex-líder de um Capítulo Local do movimento internacional chamado I AM THAT GIRL. Não poupa no textão e nem nas doses diárias de café. Além disso, acredita piamente que você pode ser sua própria heroína.
18maio
Arquivado em: Notas de Campo
Antes que você pergunte, sim, eu pulei para o outro lado do abismo assim que o ano começou. Com novas intenções para preencher a bagagem vazia. Com novos planos baseados em ideias que nasceram em entretempos passados.   Eu fiz promessas. Tais como viajar e meu guia seria os meus arredores. De dentro para fora, pois não conheço muita coisa. Cheguei a lançar um novo caderno de nota...
Escritora dividida entre o tempo e o espaço. Colecionadora de achados e perdidos. Ex-líder de um Capítulo Local do movimento internacional chamado I AM THAT GIRL. Não poupa no textão e nem nas doses diárias de café. Além disso, acredita piamente que você pode ser sua própria heroína.
15maio
Arquivado em: Notas de Campo
Não é dia de #TBT, mas eu quis transferir este post dedicado ao I AM THAT GIRL para esta casinha (já que o conteúdo foi escrito para o falecido Contra as Feras e eu continuarei passando os posts de lá a limpo). A narrativa é bastante breve do que parecia ser uma cilada pessoal e que, hoje, eu reconheço como uma das melhores experiências da minha vida. Daquele tipo que me ajudou a amadurec...
Escritora dividida entre o tempo e o espaço. Colecionadora de achados e perdidos. Ex-líder de um Capítulo Local do movimento internacional chamado I AM THAT GIRL. Não poupa no textão e nem nas doses diárias de café. Além disso, acredita piamente que você pode ser sua própria heroína.
20abr
Arquivado em: Notas de Campo
Ela respirou fundo. Sugando o ar pela boca. Prendeu-o. Contou até 7. Liberou-o.   Sentiu seu coração pulsar gradativamente. Sua mente se desanuviar. Seu corpo reagir.   Não tinha afogado, mas era como se tivesse.   Foram muitos anos sendo afundada até conseguir encontrar uma brecha para emergir.   Era no mínimo duvidoso que aquilo estivesse acontec...
Escritora dividida entre o tempo e o espaço. Colecionadora de achados e perdidos. Ex-líder de um Capítulo Local do movimento internacional chamado I AM THAT GIRL. Não poupa no textão e nem nas doses diárias de café. Além disso, acredita piamente que você pode ser sua própria heroína.
19fev
Arquivado em: Notas de Campo
Um novo normal para continuar sobrevivendo. Para construir o que você sabe que merece.   Este é aquele post familiar que dou uma intenção para determinado ano. Um ritual de passagem do Hey, Random Girl! que chegou tarde, mas o importante é que chegou!   Mas, antes de entrar nessa parte, vamos de retrocessos. Uma história em fragmentos sobre as intenções de cada ano ...
Escritora dividida entre o tempo e o espaço. Colecionadora de achados e perdidos. Ex-líder de um Capítulo Local do movimento internacional chamado I AM THAT GIRL. Não poupa no textão e nem nas doses diárias de café. Além disso, acredita piamente que você pode ser sua própria heroína.