Arquivo da categoria: 'Autoras' Arquivo da tag 'Autoras'
06jun
Arquivado em: Leituras
PARA: vocemesmoqueestalendo@gmail.com   DE: my.happy.ending@gmail.com   ASSUNTO: Como ser quem você é sem ter medo?   Simon vs. a agenda Homo Sapiens tem 272 páginas distribuídas nas dimensões de 21 cm de altura x 14 cm de largura. Se, por acaso, as folhas desprendessem do livro, seria possível construir quase três armários de 90 laudas para resguardar qual...
Colaborações são incríveis, porque nos inspira a ver pontos de vista diferentes. ❤️
05fev
Arquivado em: Leituras
Esta resenha/reflexão sobre Frankenstein estava esquecida na minha pasta de arquivos de 2016 (salvo engano) e resolvi publicá-la antes que eu me convencesse de que deveria excluí-la por ter sido deixada de lado por tanto tempo. Tal leitura foi feita no decorrer do clube do livro do I Am That Girl (que morreu) e gostei bastante da experiência. Principalmente porque, se também não me falha a ...
Escritora dividida entre o tempo e o espaço. Colecionadora de achados e perdidos. Ex-líder de um Capítulo Local do movimento internacional chamado I AM THAT GIRL. Não poupa no textão e nem nas doses diárias de café. Além disso, acredita piamente que você pode ser sua própria heroína.
19jan
Arquivado em: Leituras
De quando em quando, nos deparamos com pessoas que viveram além de seu tempo. Tais pessoas desafiaram a gravidade. Quebraram barreiras. Exploraram realidades e previram eventos que, hoje, se tornam cada vez mais reais. Nada coincidentemente, existem três autoras que se encaixam nesse perfil.   Suas vozes ecoam dentro de milhares de pessoas. Principalmente de mulheres visto que essas i...
Devoradora de filmes e de séries, assim como de uma boa e suculenta polenta frita com aquela cervejinha gelada pra acompanhar. Sou movida a sentimento e, se aqui não apareço, não é por falta de amor a esta casa que me acolheu. Mas sim porque estou sempre a buscar minha voz. E podem me chamar de Maricota!
05jul
Arquivado em: Leituras
Texto por: Gui Zambonini ❤   Entre tantas vírgulas que uma pessoa pode ter, Louisa Clark imaginou que poderia ser as reticências da vida de William Traynor. Já ele, decidido a por um ponto final na tênue acentuação dos dias que o acomete em cima de uma cadeira de rodas, percebe, aos poucos, que a jovem abelhinha o faz gostar da ideia de ter um ponto e vírgula antes do inevit...
Colaborações são incríveis, porque nos inspira a ver pontos de vista diferentes. ❤️
07abr
Arquivado em: Leituras
Este é o primeiro livro do ano que li e que deu início a uma “brincadeira” entre amigas chamada o Livro Viajante. A receita é simples: só reunir mig@s, cada qual com um livro que nunca foi lido (nunca mesmo ao ponto de estar no plástico, ok?) para trocar entre si. Durante a leitura, é permitido fazer marcações, deixar bilhetinhos ou mensagens subliminares, e o giro para quando o livro ...
Escritora dividida entre o tempo e o espaço. Colecionadora de achados e perdidos. Ex-líder de um Capítulo Local do movimento internacional chamado I AM THAT GIRL. Não poupa no textão e nem nas doses diárias de café. Além disso, acredita piamente que você pode ser sua própria heroína.